Institucional  |    Bianca   |   Filosofia  |   Origem   |  Atividades  |  Informativos
Boletins  |  Centro de Saúde  |  Hospedaria  | Rito Anual  |  Arte e Poesia  |  Experiências  |  Áudio  |  Fotos  |  Vídeos  |  Reportagens
 Downloads  |  Cadastro  |  Contate-nos  |  Mapa do Site  |  Exercícios  |  Filosofia   |  Livraria

  
Rito 2013

    
É a Cerimônia Anual de Comemoração da Passagem do Ano Novo na TFCA, realizada no dia 12 de janeiro,
na qual se comemora a Consagração da Consciência e o Ano da Presença de Karran.

Durante esta cerimônia há exigência de traje, postura, comportamento, e atenção às normas de participação conforme convite enviado a cada participante.

 

Este evento que é também chamado de Rito Anual de Consagração à Consciência representa um momento em que o Ser Humano, participante em matéria, está em comunhão com o mundo extrafísico e os seres humanos que dele fazem parte.

 

Para participar do Rito Anual é necessário programar a vinda com antecedência. Não é permitido entrar sem convite. Os convites são nominais, e entregues com antecedência.

 

O próximo rito ocorrerá em 12 de Janeiro de 2013.


PROGRAMAÇÃO E PROTOCOLO

 

  

  
 


Mensagem lida no Rito Anual de 2012


Mensagem lida no Rito Anual de 2008

Mensagem lida no Rito Anual de 2007

Entrevista com Bianca sobre o Rito Anual

Formulário para Depoimento do Rito 2009

 

Depoimentos:  Ano 2000, Ano 2001, Ano 2002, Ano 2009

 

  

 

 

O Despertar da Consciência
  

            "O dia e a noite foram criados para deleite do ser humano. E o homem, através de uma grande ponte de luz, deveria ter acesso ao dia e à noite. Então, através dessa ponte, muitos que estavam na noite começaram a passar para ver o que havia no dia. Mas, de repente, a ponte de luz desapareceu, deixando um abismo intransponível entre o dia e a noite. Aqueles que, de alguma maneira, vieram da noite para o dia, atravessaram a ponte. Sabem agora o que existe no dia e na noite, mas os que permaneceram na noite não sabem o que existe no dia. Portanto nós, que atravessamos a ponte, e que estamos agora no dia, devemos ativar sempre nossa memória para nunca esquecermos dos que na noite permaneceram. Pois, sendo a noite escura, a visão é limitada, e cabe a nós, que estamos deste outro lado, portanto, no dia, construirmos, com a força que Deus nosso pai, nos deu, a ponte de luz que liga o dia e a noite. A ponte que livrará o homem da inconsciência, e o colocará em contato com o universo e a eternidade que lhe pertence, e, assim, estaremos fazendo valer a palavra "eterno", como sempre Deus, nosso pai, quis que fôssemos."


A Vida Dentro da Vida - § 354