Institucional  |    Bianca   |   Filosofia  |   Origem   |  Atividades  |  Informativos
Boletins  |  Centro de Saúde  |  Hospedaria  | Rito Anual  |  Arte e Poesia  |  Experiências  |  Áudio  |  Fotos  |  Vídeos  |  Reportagens
 Downloads  |  Cadastro  |  Contate-nos  |  Mapa do Site  |  Exercícios  |  Filosofia   |  Livraria

 

7º Rito de Consagração à Consciência e 32º Ano da Presença de Karran


    Neste ano, fechamos um ciclo de conquistas e vitórias, definimos procedimentos e encerramos mais uma etapa no longo caminho para a consolidação da consciência no planeta. Foi também um ano em que convivemos com a dor, a perda e a separação. Perdemos a presença física de muitos irmãos, pessoas que lutaram e contribuíram para a recuperação da consciência. A saudade e a sensação de isolamento dos que permanecem nesta freqüência, parecem maiores quando o acesso ao mundo extrafísico torna-se limitado em função da fragilidade e da inconstância de nossa consciência. No entanto, a perda da matéria não representa para este grupo a morte ou o esquecimento, mas significa o renascimento e o retorno a freqüência de origem.

    Neste planeta, onde impera a inconsciência, nascemos e morremos inúmeras vezes. E nesta existência encontramos a ferramenta da conquista, que nos livrará do domínio da matéria, pondo um fim na escuridão, que ainda assombra a humanidade.

    Este grupo tem um compromisso com os que perderam suas matérias. O compromisso de ampliar a capacidade de gerar, sem promover o esquecimento, de presentear, sem o prejuízo da memória, de construir, com a força do conjunto à percepção que mostrará a cada um a importância do retorno, antes mesmo da partida, e de buscar na união a plataforma para a autoconsciência.

    Neste momento brindaremos, a todos aqueles que se fazem presentes neste ambiente, de posse de seus corpos físicos, a todos aqueles que participam conosco desta jornada, que é à busca da autoconsciência, e que pertencem ao mundo extrafísico, e aqueles que estiveram fisicamente em 2007, e que neste ano, renasceram na primeira freqüência humana. Nós, que permanecemos na freqüência física, aguardamos ansiosamente pelo retorno de cada um.

    Feliz ano novo, e feliz 2008 para todos nós!

   
Marcelo Serejo
    12 de janeiro de 2008