Institucional  |    Bianca   |   Filosofia  |   Origem   |  Atividades  |  Informativos
Boletins  |  Centro de Saúde  |  Hospedaria  | Rito Anual  |  Arte e Poesia  |  Experiências  |  Áudio  |  Fotos  |  Vídeos  |  Reportagens
 Downloads  |  Cadastro  |  Contate-nos  |  Mapa do Site  |  Exercícios  |  Filosofia   |  Livraria

  

O centro de saúde na visão do nosso mundo é o lugar em que as pessoas são tratadas das doenças. É o posto médico, hospital, pronto-socorro, etc. Na linguagem do Karran, Centro de Saúde é o nosso restaurante onde são preparados os nossos alimentos. Caso seja preparada de forma errada acontece as doenças. Se o ponto de disgestão não é o correto também acontece as doenças pois temos aquela visão que ingerimos tudo corretamente, porém a maior parte não é processada pelo nosso organismo. 

         

 Centro de Saúde

Centro de Saúde - Atividade de Domingo

               

No Centro de Saúde aprende-se "O que se deve comer? (que tipos de alimentos deve-se comer para manter o corpo sadio); Onde se deve comer? (o lugar onde se fazem as refeições deve ou não ser adequado para este ato); Quanto tempo se deve demorar no ato de comer?; Como se deve comer? (há uma técnica para este ato ou não, e se há, qual a razão disto); Porque se deve comer este ou aquele alimento? (quais as necessidades do organismo em diferentes épocas e situações); Para que se deve comer? (qual a função de cada alimento no corpo humano e seus efeitos)"

 

O centro de sáude é um espaço de aprendizado em que o aluno ao mesmo tempo que alimenta a matéria (alimento ingerido), se abastece com o conhecimento (alimento para o ser humano).

  
  

Leia o texto: "A Saúde Humana" do livro "A Filosofia da TFCA.

  

  

 

Trecho do Livro "As Possibilidades do Infinito"

"B – Existe doença no seu mundo Karran?
Ele respondeu apenas que não, então voltei a insistir na pergunta:


B – E como fazem para evitar as doenças?

K – O que provoca as doenças é a falta de alimento próprio porque nem sempre o que serve para comer é bom para a matéria. Por exemplo: não usamos água para beber, como vocês. Esta é usada somente no preparo dos alimentos. Os detritos de maneira alguma são lançados na água sem que antes passem por um sistema de tratamento especial. Nenhum corpo é colocado embaixo da terra, porque estas matérias sem vida, quando passam pelo processo de decomposição, podem trazer muitos danos e doenças. Nossa alimentação vem toda preparada dos centros de saúde espalhados em vários pontos do nosso planeta. Onde moramos não preparamos nenhum tipo de alimento, para não corrermos o risco de uma alimentação indevida e fora de época. Seguimos uma tabela alimentar, sem nenhuma alteração.


B – Qual a diferença da alimentação de vocês e a nossa?
K – Muitas são as diferenças. Explicou-me que na sua Terra existe grande variedade de alimentos, mas não tanto quanto na nossa Terra, porque todas as raças que pesquisavam nossa Terra trouxeram seu próprio tipo de alimento e os que se adaptaram ao nosso solo permaneceram. Assim sendo, em nossa Terra existe muito mais variedade de alimentos do que em qualquer outro planeta habitado. Embora comam as mesmas coisas que nós, a maneira de preparar é muito diferente. Nossa conversa prosseguiu.

Na sua Terra vocês reúnem, num só dia, vários tipos de alimentos com propriedades diferentes e se alimentam de todos eles de uma só vez. Isto provoca desequilíbrio celular, porque, quando você reúne na alimentação tipos variados de alimentos, você não está abastecendo sua matéria de maneira correta, porque esta recebe todos os alimentos que você comeu, mas nenhum deles abastece suficientemente seu corpo. Na minha Terra, como em outras Terras, os alimentos são escolhidos. Nós nos alimentamos, sim, em um só dia, de alimentos diferentes, mas que contenham as mesmas propriedades. Também não somos habituados a beber água, a água que bebemos provém das frutas.

B – Existe velhice no seu mundo Karran?
K – Não! Porque nós não adoecemos e a velhice também é uma doença.

B – Existe alguma coisa que podemos fazer para evitar esta doença? Ou na minha Terra ela não tem solução?
K – Poderia ser incluído na alimentação diária um tipo de organismo que é encontrado em uma das diversas vegetações existentes no mar. Ele é muito importante para renovação das células, evitando, assim, pela renovação constante, o envelhecimento.

B – Esta planta, a qual você se referiu, que renova as células do corpo, existe em todos os planetas ou apenas em alguns?
K – Nossos estudos dizem que sim. Ela, juntamente com este organismo, existe em todos os planetas habitados. A matéria depende dela para sua conservação.

B – E como devemos usar esta planta?

Ele respondeu-me que não seria fácil, para mim, entender o que ele ia me explicar. Disse que também para ele era muito difícil, pois teria que encontrar palavras, que fossem capazes de fazer-me entender o que eu queria saber. E começou dizendo-me assim:


K – Deve ser do seu conhecimento a enorme quantidade de vegetação existente no mar. Entre elas existe uma que serve de alimento básico para um microorganismo. Como esta planta é o seu único alimento, ele se agarra a ela como se fosse um parasita. Ali vive e se reproduz. Esta minúscula espécie de vida é indispensável à vida humana, pois quando ela se encontra no interior de nossa matéria, tem o poder de alimentar as células, causando, com isso, a renovação constante das mesmas. Digo isto porque a velhice é causada pela falta de renovação das células que, com o tempo, ficam esgotadas, parando de se reproduzir, causando com isso o envelhecimento da matéria. Mas, se colocarem este micro-organismo no interior da matéria constantemente, as células permanecerão jovens evitando esta doença que traz tanto desconforto.


Na minha Terra, estas plantas são retiradas do mar e levadas para centros de tratamento onde estas minúsculas espécies de vida são retiradas e as plantas transformadas em alimento. Somente quando tudo está pronto é que os micro-organismos são novamente adicionados neste alimento, que normalmente faz parte das nossas refeições diárias.


Para casos mais urgentes, como quando um de vocês tem de ser levados para viver entre nós, existe um líquido feito também destas minúsculas espécies de vida, que é colocado diretamente na circulação sanguínea.


Este líquido contém maior poder de ação e a pessoa já envelhecida da sua terra, dentro de algum tempo, comeste tratamento, passa a adquirir novamente a aparência da juventude. Só então é que ela pode ver que a idade e a velhice são duas coisas bastante diferentes  uma da outra e não importa até onde a matéria esteja atingida por esta doença, porque, por pior que ela esteja, nós a recuperamos. Mas, quero que saibas, que isto não é feito depressa, esta transformação, leva algum tempo.